O PODER DA FÉ
"De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus"
Rm 10-17

Artigos em PDF

Criamos arquivos em PDF de nossos artigos para que você possa ler, baixar ou compartilhar. Acreditamos que esses artigos poderão ajudar em muito seu crescimento cristão.

Cadastre-se

Informe aqui seu email e receba notificações de novos artigos em nosso site.


Informe o que você procura:

A Fé Cristã

Sábado, 07 de Fevereiro de 2015

I- Definição da Palavra

A simples fé implica uma disposição de alma para confiar noutra pessoa. Difere de credulidade, porque aquilo em que a fé tem confiança é verdadeiro de fato, e, ainda que muitas vezes transcenda a nossa razão, não lhe é contrário. A credulidade, porém, alimenta-se de coisas imaginárias, e é cultivada pela simples imaginação. A fé difere da crença porque é uma confiança do coração e não apenas uma aquiescência intelectual. A fé religiosa é uma confiança tão forte em determinada pessoa ou princípio estabelecido, que produz influência na atividade mental e espiritual dos homens, devendo, normalmente, dirigir a sua vida. A fé é uma atitude, e deve ser um impulso.A fé cristã é uma completa confiança em Cristo, pela qual se realiza a união com o Seu Espírito, havendo a vontade de viver a vida que Ele aprovaria. Não é uma aceitação cega e desarrazoada, mas um sentimento baseado nos fatos da Sua vida, da Sua obra, do Seu Poder e da Sua Palavra. A revelação é necessariamente uma antecipação da fé. A fé é descrita como "uma simples mas profunda confiança Naquele que de tal modo falou e viveu na luz, que instintivamente os Seus verdadeiros adoradores obedecem à Sua vontade, estando mesmo às escuras". A mais simples definição de fé é uma confiança que nasce do coração.

II- A Fé no AT

A atitudes para com Deus que no NT a fé nos indica, é largamente designada no AT pela palavra "temor". O temor está em primeiro lugar que a fé; a reverência em primeiro lugar que a confiança. Mas é perfeitamente claro que a confiança em Deus é princípio essencial no AT, sendo isso particularmente entendido naquela parte do AT, que trata dos princípios que constituem o fundamento das coisas, isto é, nos Salmos e nos Profetas. Não es está longe da verdade, quando se sugere que o "temor do Senhor" contém, pelo menos na sua expressão, o germe da fé no NT. As palavras "confiar" e "confiança" ocorrem muitas vezes; e o mais famoso exemplo está, certamente, na crença de Abraão (Gn 15.6), que nos escritos tanto judaicos como cristãos é considerada como exemplo típico de fé na prática.

III- A Fé, nos Evangelhos

Fé é uma das palavras mais comuns e mais características do NT. A sua significação varia um pouco, mas todas as variedades se aproximam muito. No seu mais simples emprego mostra a confiança de alguém que, diretamente, ou de outra sorte, está em contato com Jesus por meio da palavra proferida, ou da promessa feita. As palavras ou promessas de Jesus estão sempre, ou quase sempre, em determinada relação com a obra e a palavra de Deus. Neste sentido a fé é uma confiança na obra, e na palavra de Deus ou de Cristo. É este o uso comum dos três primeiros Evangelhos (Mt 9.29; 13.58; 15.28; Mc 5.34-36; 9.23; Lc 17.5,6). Esta fé, pelo menos naquele tempo, implicava nos discípulos a confiança de que haviam de realizar a obra para a qual Cristo lhes deu poder; é a fé que opera maravilhas. Na passagem de Mc 11.22-24 a fé em Deus é a designada. Mas a fé tem, no NT, uma significação muito mais larga e mais importante, um sentido que, na realidade, não está fora dos três primeiros Evangelhos (Mt 9.2; Lc 7.50): é a fé salvadora que significa salvação. Mas esta idéia geralmente sobressai no quarto evangelho, embora seja admirável que o nome "fé" não se veja em parte alguma deste livro, sendo muito comum o verbo "crer". Neste Evangelho acha-se representada a fé, como gerada em nós pela obra de Deus (Jo 6.44), como sendo uma determinada confiança na obra e poder de Jesus Cristo, e também um instrumento que, operando em nossos corações, nos leva para a vida e para a luz (Jo 3.15-18; 4.41-53; 19.35; 20.31, etc). Em cada um dos evangelhos, Jesus proclama-Se a Si mesmo Salvador, e requer a nossa fé, como uma atitude mental que devemos possuir, como instrumento que devemos usar, e por meio do qual possamos alcançar a salvação que Ele nos oferece. A tese é mais clara em João do que nos evangelhos sinóticos, mas é bastante clara no último (Mt 18.6; Lc 8.12; 22.32).

IV- A Fé, nas Cartas de Paulo

Nós somos justificados, considerados justos, simplesmente pelos merecimentos de Jesus Cristo. As obras não tem valor, são obras de filhos rebeldes. A fé não é uma causa, mas tão somente o instrumento, a estendida mão, com a qual nos apropriamos do dom da justificação, que Jesus pelos méritos expiatórios, está habilitado a oferecer-nos. Este é o ensino da epístola aos Romanos (3 a 8), e o da epístola aos Gálatas. Nos realmente estamos sendo justificados, somos santificados ela constante operação e influência do Santo Espírito de Deus, esse grande dom concedido à igreja e a nós pelo Pai por meio de Jesus. E ainda nesta consideração a fé tem uma função a desempenhar, a de meio pelo qual nos submetemos à operação do E. Santo (Ef 3.16-19).

V- Fé e Obras

Tem-se afirmado que há contradição entre Paulo e Tiago, com respeito ao lugar que a fé e as obras geralmente tomam, e especialmente em relação a Abraão (Rm 4.2; Tg 2.21).Fazendo uma comparação cuidadosa entre os dois autores, acharemos depressa que Tiago, pela palavra fé, quer significar uma estéril e especulativa crença, uma simples ortodoxia, sem sinal de vida espiritual. E pelas obras quer ele dizer as que são provenientes da fé. Nós já vimos o que Paulo ensina a respeito sa fé. É ela a obra e dom de Deus na sua origem, e não meramente na cabeça; é uma profunda convicção de que são verdadeiras as promessas de Deus em Cristo, por uma inteira confiança Nele; e deste modo a fé é uma fonte natural e certa de obras, porque se trata duma fé viva, uma fé que atua pelo amor (Gl 5.6).Paulo condena aquelas obras que, sem fé, reclamam mérito para si próprias; ao passo que Tiago recomenda aquelas obras que são a conseqüência da fé e justificação, que são, na verdade, uma prova de justificação. Tiago condena uma fé morta; Paulo louva uma fé viva. Não há pois, contradição. A fé viva, a fé que justifica e que se manifesta por meio daquelas boas obras, agradáveis a Deus, pode ser conhecida naquela frase já citada: "a fé que atua pelo amor".

Vivos


Artigos em Ordem Alfabética

A Aparição Gloriosa839A Bíblia e o Espelho852A Bomba Atômica de Deus891A Candeia do Corpo é o Olho880A Ceia do Senhor834A Conspiração da Páscoa843A Esperança do Servo de Deus970A Fé Cristã538A Grande Diferença830A Igreja Não É Israel832A Importância da Doutrina da Trindade847A Inocência Perdida786A Oração Eficaz944A Pérola de Grande Valor777A Questão do Sábado814A Ressurreição Corporal de Jesus e a Doutrina da Reencarnação837A Sincera Dependência de Deus805A Trindade e a Lógica Humana400A Verdadeira Paz816A Volta de Cristo818A Volta de Jesus 871Abra a Boca976Adoração Verdadeira!760Ajuda? Só de Deus848Ânimo Em Meio às Aflições811Anjos795Apelo à Suprema Corte dos Céus767Aquele Que Faz a Vontade de Deus886Arrependimento e Remorso São Duas Coisas Diferentes818As Rezas Portáteis e o Agnus Dei1463Bênçãos Duradouras 835Carnaval - Caminho dos Tolos778Chamando Todos Os Pecadores779Como Detectar Uma Heresia800Como Estudar a Sua Bíblia881Como Nós Conhecemos a Deus?766Compromisso Com Deus1004Confirme a Sua Reserva790Conhecimento da Verdade776Crescimento da Igreja e Salvação779Cristão Não Sofre879Cristianismo Apóstata791Cristo No Antigo Testamento806Críticas Ou Calúnias?779De Quem é a Terra Prometida?821Depressão: Como Sair?828Desobediência951Deus Age Na Nossa Fraqueza784Deus Em Tudo e Em Lugar Nenhum806Deus Manda, o Diabo Obedece366Deus Não É Mudo!791Deus, Irrelevante? Acredite, Se Quiser!776Deus, Os Sábios, e Estadistas787Dificuldades768Dízimos902Drogas, Uma Opção?811E Quando Deus Não Atende Nossa Oração?4022Encontrando Um Parceiro Ideal Para o Casamento793Enviados Para Iluminar800Erro Trágico791Eternamente Protegidos!713Eu Creio Em Milagres774Evidências do Novo Nascimento847Feiticeiros Na Igreja?858Filhos: Honra Teu Pai e Tua Mãe827Fui Comprado Por Jesus, e Você?766Guardemos Nossa Boca800Guiados Pelo Espírito Santo792Haja Paciência!795Igrejas Velhas Não Valem Nada795Imundície813Insatisfeito Com Sua Igreja?789Jejum, Uma Benção!797Jerusalém, a Cidade de Deus842Jerusalém, o Centro da Terra835Jesus Cristo Não Era Falho?773Jesus é o Santo Para Todos Os Problemas862Jesus, Nomes e Títulos783Jesus, Reencarnação de Davi?835Jonas, Verdade Ou Utopia?827Lágrimas814Lar Cristão: Marido e Mulher785Lave o Rosto787Loucos Por Dinheiro814Louvando a Deus Na Adversidade789Maldição Hereditária857Maomé X Jesus845Meios de Salvação806Não Zombe do Inferno815No Esconderijo do Altíssimo!779Nós e Os Ramos786Nova Era - o Velho Canto da Sereia804O Abc e Xyz da Salvação850O Batismo786O Céu e o Inferno781O Céu É Real783O Dízimo É Bíblico Ou Não?763O Dom do Espírito Santo769O Grande Mandamento, o Amor!800O Incompreensível Amor de Deus774O Movimento de Crescimento de Igrejas799O Não Querido das Nações781O Novo Nascimento Em Cristo782O Ocultismo Não Vem de Deus805O Olhar Perfurante de Jesus1265O Paraíso Será Restaurado781O Plano Divino da Salvação352O Que Fazer Quando Não Sei o Que Fazer?789O Que Fazer Quando Nossos Projetos Falham?484O Sofrimento de Cada Dia777O Valor do Perdão798Olhe Para Jesus Cristo Para Ser Salvo817OraÇÃo, Falar Com Deus!786Orai Sem Cessar883Os Crentes e a Grande Tribulação807Os Illuminati e a Nova Ordem Mundial783Palmeiras Ao Vento789Pare de Lutar Com Deus789Pecado e Perdão811Piercing e Tatuagem 902Por Que Celebramos a Páscoa?777Por Que Deus Justo e Perfeito Permite a Morte de Criancinhas e Tantas Mazelas No Mundo?773Por Que Os Judeus Não Receberam Jesus?798Por Que Somos a Última Geração855Por Que Tanto Ódio Aos Judeus?791Por Que Tanto Sofrimento?822Por Que Um Deus Bom Permite a Doença e a Dor?776Problemas Financeiros: a Solução776Protelar Por Que?781Quando798Quando a Sua Religião Se Torna Inútil458Que Deus Tremendo!787Que Livro Maravilhoso808Quebra de Maldição798Quem Será o Cruel Anticristo?753Raízes Profundas744Religião É Um Barco Furado782Religiões - Conheça a Verdade771Religiões: É Tudo Parecido?774Remissão dos Pecados799Ressurgir do Pó765Sepulcros Caiados745Ser Cristão710Será Que o Espiritismo é Bíblico?804Sinais760Sinais do Fim783Sinceridade Não Basta753Sintonize784Sob a Lei e Em Cristo818Sola Scriptura - Somente As Escrituras788Subir Ao Monte780Temos de Pregar Para Os Mortos787Três Ausências Que Conspiram Contra o Sucesso 801Tsedaká787Um Best-seller de Bênçãos!804Um Coração Apto Para Deus773Um Exemplo Ante o Sofrimento788Um Seguro de Vida Gratuito816Uma Mulher Vestida de Sol863Você Não Sabe o Que Está Perdendo778