O PODER DA FÉ
"De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus"
Rm 10-17

Artigos em PDF

Criamos arquivos em PDF de nossos artigos para que você possa ler, baixar ou compartilhar. Acreditamos que esses artigos poderão ajudar em muito seu crescimento cristão.

Cadastre-se

Informe aqui seu email e receba notificações de novos artigos em nosso site.


Informe o que você procura:

Problemas Financeiros: a Solução

Sexta-feira, 09 de Março de 2012

Você está enfrentando problemas financeiros? Faturas que você não consegue pagar? Cheques que você não pode cobrir? Necessidades que você não tem dinheiro para suprir? Vergonha? Frustração? Excesso de trabalho? Tensão? Problemas financeiros são excessivamente preocupantes e conduzem a muitos pecados: descontentamento, ingratidão, ira, desonestidade, impaciência, ansiedade e negligência das responsabilidades espirituais. A Bíblia ensina-nos como enfrentar muitas situações diferentes na vida, incluindo as dificuldades financeiras. A chave para enfrentar problemas financeiros está na atitude da pessoa. Para responder bem precisamos permitir que a palavra de Deus opere em nosso coração e mude nosso modo de ver as coisas.

Atitudes

Gratidão: Paulo insiste em que sejamos gratos. Precisamos estar "... transbordando de gratidão" (Colossenses 2:7). "Dêem graças em todas as circunstâncias..." (1 Tessalonicenses 5:18). Não devemos nos queixar nem sentir pena de nós mesmos, mas antes devemos considerar cuidadosamente todas as razões que temos para sermos agradecidos e louvar a Deus por suas bênçãos a nós. Os israelitas no deserto estavam se queixando constantemente, mas tinham se esquecido da grande libertação que Deus lhes tinha dado havia apenas pouco tempo. Temos que atentar para o que o Senhor nos tem dado e não para as coisas que não temos.

Contentamento: "Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: ‘Nunca o deixarei, nunca o abandonarei’" (Hebreus 13:5). A presença de Deus com seu povo deveria dar tanta alegria e segurança que poderíamos facilmente nos contentar com qualquer padrão de vida. Paulo estava contente na fome ou na abundância (Filipenses 4:10:13). Por outro lado, as Escrituras estão repletas de advertências contra a ganância e a avareza (veja Lucas 12:15, por exemplo). Por qualquer razão, nunca parecemos reconhecer o desejo desordenado por coisas em nossas próprias vidas. Pensamos que todas as coisas que queremos são necessidades e que a dívida que acumulamos ao buscar adquiri-las é perfeitamente aceitável. Poderia ser que poucos de nós admitem a ganância em nossas vidas porque nos cegamos e deixamos de perceber o verdadeiro estado de nosso coração? Paulo exortou: "Por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos" (1 Timóteo 6:8). Estamos satisfeitos somente com isto?

Sobriedade: Muitos textos nos exortam a sermos sóbrios (1 Tessalonicenses 5:6, 8; 1 Pedro 1:13; 4:7; 5:8). A pessoa sóbria encara os fatos e não deixa seus desejos colorirem sua percepção da realidade. Muitas pessoas tratam das finanças num mundo de sonho, sempre imaginando que tudo dará certo magicamente. Mas fugir de um problema ou negá-lo não ajuda e não está de acordo com o caráter de Cristo. Temos que reconhecer nossa situação atual, não importa quão triste seja, e ser "homens de coragem" (1 Coríntios 16:13). Ignorar os problemas não os extingue. Lutas financeiras não desvanecem sem mais nada, mas precisam ser resolvidas por disciplina séria e perseverante.

Honestidade: A honestidade é parte do caráter cristão (2 Coríntios 8:21; Tito 2:5). Pessoas honestas aceitam suas limitações financeiras e não tentam ser uma coisa que não são, vivendo num estilo de vida que suas condições não permitem. Pessoas honestas admitem que há muitas coisas que outras em torno delas têm ou podem fazer que elas não podem porque não têm dinheiro suficiente para isso. E pessoas honestas não fazem dívidas que não têm capacidade para pagar (veja Romanos 13:8).

Diligência: Algumas vezes, porém nem sempre, os problemas financeiros resultam da preguiça. "Tirando uma soneca, cochilando um pouco, cruzando um pouco os braços para descansar, a sua pobreza o surpreenderá como um assaltante, e a sua necessidade lhe sobrevirá como um homem armado" (Provérbios 6:10-11). "Por causa da preguiça, o telhado se enverga; por causa das mãos indolentes, a casa tem goteiras" (Eclesiastes 10:18). Problemas financeiros devem ser esperados quando nos mimamos com descanso e sossego, e não trabalhamos esforçadamente. Um homem deve sustentar sua família (1 Timóteo 5:8) mesmo que isso possa envolver trabalho difícil ou empregos desagradáveis, ou mesmo se o trabalho disponível é relativamente mal pago.

Espiritualidade: Precisamos manter nosso foco principal em Cristo, não em coisas materiais. "Ninguém pode servir a dois senhores: pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro... Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas" (Mateus 6:24, 33). Nossas posses, nossa posição e nosso sucesso nesta vida são matérias insignificantes para o verdadeiro cristão. Ele se vê como meramente passando através desta vida como um peregrino e portanto relativamente desinteressado nas suas condições. Ele nunca faz da prosperidade material uma meta séria (veja Lucas 9:57-58). O homem espiritual percebe que seu dinheiro e sua posição financeira não são as coisas importantes da vida.

Altruísmo: O servo do Senhor está sempre buscando dar, em vez de gastar consigo mesmo. Ele vê o dinheiro que ganha trabalhando como uma bênção que ele pode aplicar servindo a outros: "O que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade" (Efésios 4:28). Discípulos verdadeiros vêem a prosperidade material não tanto como algo para si mesmos, mas como algo útil para servir outros (2 Coríntios 9:8-11). Enquanto o cristão for egoísta, ele sempre sentirá frustrações ao lidar com assuntos financeiros.

Humildade: A humildade para admitir enganos e buscar corrigi-los é básica. Muitos de nós temos tido atitudes impróprias e não temos administrado bem nosso dinheiro. Nunca mudaremos até que admitamos que temos estado errados. Precisamos também ter a humildade de examinarmo-nos à luz da palavra de Deus e fazer as coisas que aprendermos (Tiago 1:21-24). Esta seria uma boa hora para parar de ler este artigo e rever as oito atitudes que precisamos ter e tentar honestamente avaliar-nos e resolver mudar nossa atitude nas áreas necessárias. Como Deus nos vê em cada uma destas atitudes?

Mudanças Específicas

As coisas específicas que precisamos fazer ao lidar com problemas financeiros dependem de nossa mudança e adoção das atitudes mencionadas acima. Sem perspectivas corretas, os passos seguintes terão pouca validade.

1 - Avalie honestamente sua situação. Encare os fatos. Talvez ajudasse pegar uma folha de papel e lançar todas as suas dívidas e anotar os valores de todas. Então, lançar sua renda e suas despesas mensais. Qual é, exatamente, sua situação financeira.

2 - Comece a pagar suas dívidas. "Não devem nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros..." (Romanos 13:8). Calcule quanto dinheiro por mês é necessário para pagar todos os juros e, também, comece a pagar o principal (o valor original do empréstimo, antes do acréscimo de juros). Se suas prestações e obrigações mensais forem mais do que tem disponível no orçamento da família, ha três coisas que poderia fazer de modo a ter dinheiro para pagar as dívidas: (a) Gastar menos. Quando for necessário, as despesas podem ser reduzidas às mínimas necessidades de comida e lugar para viver (veja 1 Timóteo 6:6-10). (b) Ganhar mais. Às vezes há oportunidades para trabalhar mais horas, ter um segundo emprego, ou encorajar os filhos adolescentes ou adultos que estejam vivendo no lar a trabalharem. (c) Vender coisas. Os cristãos primitivos vendiam casas e terras para aliviar as necessidades de seus irmãos (Atos 4:32-37); certamente não é irracional esperar que um discípulo de Cristo venda coisas para poder pagar o que deve.

3 - Viva dentro dos limites de seu orçamento. A Bíblia adverte sobre a loucura de fazer dívidas: "O rico domina sobre o pobre; quem toma emprestado é escravo de quem empresta" (Provérbios 22:7). A escravidão aos credores é muito penosa; é melhor esperar pacientemente e comprar somente aquelas coisas que se pode pagar.

4 - Comece a aplicar sua renda no sentido de metas espirituais. Temos que chegar a ver tudo o que temos como pertencendo ao Senhor e começar a usar nossos recursos para servi-lo. O Novo Testamento exorta-nos a dar generosa e abundantemente (2 Coríntios 8-9). Conquanto seja verdade que não estamos mais obrigados ao dízimo, não devemos usar isso como uma desculpa para sovinice. Não devemos permitir que nossa oferta seja diminuída pela avareza (2 Coríntios 9:5).

Conclusão

Em todas as áreas da vida, a palavra do Senhor nos fornece a orientação perfeita. Da mesma maneira, no campo financeiro devemos dar ouvidos à sabedoria de Deus revelada na Bíblia. Quando obedecemos os mandamentos do Senhor, recebemos tanto "a promessa da vida presente" como a da vida "futura" (1 Timóteo 4:8). Que sigamos estas instruções!

Gary Fisher
www estudosdabiblia.net
http://www.vivos.com.br


Artigos em Ordem Alfabética

A Aparição Gloriosa806A Bíblia e o Espelho822A Bomba Atômica de Deus856A Candeia do Corpo é o Olho844A Ceia do Senhor800A Conspiração da Páscoa810A Esperança do Servo de Deus926A Fé Cristã499A Grande Diferença800A Igreja Não É Israel799A Importância da Doutrina da Trindade815A Inocência Perdida755A Oração Eficaz909A Pérola de Grande Valor746A Questão do Sábado782A Ressurreição Corporal de Jesus e a Doutrina da Reencarnação802A Sincera Dependência de Deus770A Trindade e a Lógica Humana365A Verdadeira Paz780A Volta de Cristo785A Volta de Jesus 837Abra a Boca946Adoração Verdadeira!726Ajuda? Só de Deus812Ânimo Em Meio às Aflições782Anjos757Apelo à Suprema Corte dos Céus735Aquele Que Faz a Vontade de Deus851Arrependimento e Remorso São Duas Coisas Diferentes786As Rezas Portáteis e o Agnus Dei1425Bênçãos Duradouras 805Carnaval - Caminho dos Tolos748Chamando Todos Os Pecadores751Como Detectar Uma Heresia768Como Estudar a Sua Bíblia845Como Nós Conhecemos a Deus?733Compromisso Com Deus973Confirme a Sua Reserva753Conhecimento da Verdade748Crescimento da Igreja e Salvação748Cristão Não Sofre845Cristianismo Apóstata757Cristo No Antigo Testamento773Críticas Ou Calúnias?747De Quem é a Terra Prometida?788Depressão: Como Sair?796Desobediência918Deus Age Na Nossa Fraqueza747Deus Em Tudo e Em Lugar Nenhum775Deus Manda, o Diabo Obedece332Deus Não É Mudo!759Deus, Irrelevante? Acredite, Se Quiser!745Deus, Os Sábios, e Estadistas753Dificuldades735Dízimos869Drogas, Uma Opção?776E Quando Deus Não Atende Nossa Oração?3811Encontrando Um Parceiro Ideal Para o Casamento757Enviados Para Iluminar764Erro Trágico759Eternamente Protegidos!707Eu Creio Em Milagres745Evidências do Novo Nascimento813Feiticeiros Na Igreja?819Filhos: Honra Teu Pai e Tua Mãe781Fui Comprado Por Jesus, e Você?736Guardemos Nossa Boca765Guiados Pelo Espírito Santo759Haja Paciência!765Igrejas Velhas Não Valem Nada762Imundície784Insatisfeito Com Sua Igreja?757Jejum, Uma Benção!767Jerusalém, a Cidade de Deus808Jerusalém, o Centro da Terra802Jesus Cristo Não Era Falho?740Jesus é o Santo Para Todos Os Problemas829Jesus, Nomes e Títulos755Jesus, Reencarnação de Davi?800Jonas, Verdade Ou Utopia?795Lágrimas786Lar Cristão: Marido e Mulher754Lave o Rosto757Loucos Por Dinheiro783Louvando a Deus Na Adversidade759Maldição Hereditária822Maomé X Jesus812Meios de Salvação777Não Zombe do Inferno784No Esconderijo do Altíssimo!748Nós e Os Ramos751Nova Era - o Velho Canto da Sereia769O Abc e Xyz da Salvação815O Batismo753O Céu e o Inferno745O Céu É Real751O Dízimo É Bíblico Ou Não?759O Dom do Espírito Santo736O Grande Mandamento, o Amor!770O Incompreensível Amor de Deus739O Movimento de Crescimento de Igrejas766O Não Querido das Nações748O Novo Nascimento Em Cristo751O Ocultismo Não Vem de Deus776O Olhar Perfurante de Jesus1234O Paraíso Será Restaurado750O Plano Divino da Salvação325O Que Fazer Quando Não Sei o Que Fazer?759O Que Fazer Quando Nossos Projetos Falham?449O Sofrimento de Cada Dia745O Valor do Perdão771Olhe Para Jesus Cristo Para Ser Salvo785OraÇÃo, Falar Com Deus!755Orai Sem Cessar878Os Crentes e a Grande Tribulação776Os Illuminati e a Nova Ordem Mundial755Palmeiras Ao Vento757Pare de Lutar Com Deus753Pecado e Perdão777Piercing e Tatuagem 861Por Que Celebramos a Páscoa?747Por Que Deus Justo e Perfeito Permite a Morte de Criancinhas e Tantas Mazelas No Mundo?738Por Que Os Judeus Não Receberam Jesus?762Por Que Somos a Última Geração824Por Que Tanto Ódio Aos Judeus?756Por Que Tanto Sofrimento?790Por Que Um Deus Bom Permite a Doença e a Dor?744Problemas Financeiros: a Solução738Protelar Por Que?749Quando770Quando a Sua Religião Se Torna Inútil420Que Deus Tremendo!757Que Livro Maravilhoso774Quebra de Maldição769Quem Será o Cruel Anticristo?721Raízes Profundas711Religião É Um Barco Furado749Religiões - Conheça a Verdade739Religiões: É Tudo Parecido?742Remissão dos Pecados771Ressurgir do Pó736Sepulcros Caiados742Ser Cristão704Será Que o Espiritismo é Bíblico?770Sinais728Sinais do Fim750Sinceridade Não Basta721Sintonize752Sob a Lei e Em Cristo786Sola Scriptura - Somente As Escrituras753Subir Ao Monte749Temos de Pregar Para Os Mortos752Três Ausências Que Conspiram Contra o Sucesso 762Tsedaká755Um Best-seller de Bênçãos!769Um Coração Apto Para Deus739Um Exemplo Ante o Sofrimento757Um Seguro de Vida Gratuito783Uma Mulher Vestida de Sol831Você Não Sabe o Que Está Perdendo746