O PODER DA FÉ
"De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus"
Rm 10-17

Artigos em PDF

Criamos arquivos em PDF de nossos artigos para que você possa ler, baixar ou compartilhar. Acreditamos que esses artigos poderão ajudar em muito seu crescimento cristão.

Cadastre-se

Informe aqui seu email e receba notificações de novos artigos em nosso site.


Informe o que você procura:

Deus, Irrelevante? Acredite, Se Quiser!

Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2012

Karl Heinz Kienitz

“Deus está morto”. A frase do filólogo e filósofo Friedrich Nietzsche firmou-se como grito de torcida de certos grupos que rejeitam o cristianismo. Investida mais modesta que a de Nietzsche foi difundida pelo aristocrata e matemático britânico Bertrand Russell: propôs que Deus seria irrelevante. Considerou que “Deus e a imortalidade, os dogmas centrais da religião cristã não encontram apoio na ciência. ... Eles estão fora da região de conhecimento provável e não há nenhuma razão para considerar qualquer um deles.”1

Em primeiro lugar é fato que Deus e imortalidade são realidades para muitas culturas e religiões; não são exclusividade da “religião cristã”. Em segundo lugar, vale à pena lembrar que no “centro da religião cristã” não estão dogmas, como escreve Russell, mas a pessoa e as realizações de Jesus, descritos com expressiva confiabilidade histórica2 em quatro livros chamados evangelhos. Em terceiro lugar, o termo “conhecimento provável” é especialmente pertinente à matemática, e entre os grandes matemáticos é significativo o número dos que – ao contrário de Russell – reiteraram a importância de considerar Deus e a imortalidade: Leibniz, Bernoulli, Pascal, Euler, Gauss, Cauchy, Boole, Hermite, Riemann, Hamilton e Gibbs, para citar alguns.

Ao descartar de consideração tudo aquilo que está fora do tal “conhecimento provável”, Russell e seus companheiros de opinião lançam fora Deus e a imortalidade, bem como um fundamento sólido para compaixão, misericórdia, bondade, amor, etc. Consequências funestas para as predisposições, motivações e ações são inevitáveis; podem ser conferidas com o próprio Russell que escreveu: “Ultimamente tenho sido meramente oprimido pelo cansaço, tédio e a vaidade das coisas, nada parece valer à pena fazer ou ter sido feito. A única coisa que eu sinto fortemente que vale à pena, seria matar tantas pessoas quantas possíveis de modo a diminuir a quantidade de consciência no mundo.”1 “Há um ódio feroz em mim, um ódio que é também uma fonte de vida e energia – não seria realmente bom se eu deixasse de odiar... Eu costumava ter medo de mim mesmo e do lado escuro do meu instinto, [mas] agora eu não tenho.”1

A perplexidade aumenta ainda mais diante da modernidade que Russell tenta conferir à sua proposta. O antiquíssimo livro de Jó já descreve pessoas decididas pela irrelevância de Deus: “Quem é o Deus Todo-poderoso para que o adoremos? Que adianta fazer orações a ele?”3 “Ciência” e “conhecimento provável” não integram o vocabulário do livro de Jó, mas o contexto deixa claro que a razão alegada para a decisão daquelas pessoas foi a falta de percepção de que Deus faria alguma diferença.

Mas, porque considerar Deus e imortalidade é, sim, relevante? O matemático Gauss disse: “Existem questões a cuja resposta eu daria um valor infinitamente maior do que às matemáticas, por exemplo questões sobre ética, sobre nosso relacionamento com Deus, sobre nosso destino e nosso futuro. Para a alma existe uma satisfação de espécie superior, para a qual dispenso o que é material.”4 Para Gauss, assuntos relevantes não se limitam àqueles tangíveis pelo método científico ou pela matemática.

Porque Russell acreditava o contrário? O motivo está num fenômeno descrito pelo matemático Pascal: “A vontade, que prefere um aspecto a outro, afasta a mente de considerar as qualidades daquilo que não gosta de ver.”5 De certa forma Pascal resume o que Paulo de Tarso já havia dito sobre contemporâneos seus que (como Russell) “reprimiram a verdade”6: “Sua realidade invisível – seu eterno poder e sua divindade – tornou-se inteligível, desde a criação do mundo, através das criaturas, de sorte que não têm desculpa. Pois, tendo conhecido a Deus, não o honraram como Deus nem lhe renderam graças; pelo contrário, eles se perderam em vãos arrazoados, e seu coração insensato ficou nas trevas.”7

Felizmente a condição descrita por Paulo não precisa ser terminal. Isto é exemplificado pelo escritor C.S. Lewis, pela cantora Nina Hagen, pelos cientistas Francis Collins e Alister McGrath, e tantos outros que, deixando de “reprimir a verdade” voltaram-se a Jesus, tiveram suas vidas transformadas, e aderiram à confissão que o excético Tomé fez diante do Cristo ressurreto: “Meu Senhor e meu Deus!”8

Notas:
(1) Citado em D.J. Peterson - “Bertrand Russell: Prophet of the New World Order,” New Oxford Review, 2000.
(2) Veja por exemplo F.F. Bruce - Merece confiança o Novo Testamento? Editora Vida Nova, 2004.
(3) Jó 21:15 (Nova Tradução na Linguagem de Hoje).
(4) Citado em J. Gutzwiller - Das Herz, etwas zu wagen, Friedrich Bahn Verlag: Neukirchen-Vluyn, 2000.
(5) Blaise Pascal - Pensèes, fragmento 99.
(6) Romanos 1:18b (Bíblia da CNBB).
(7) Romanos 1:20-21 (Bíblia de Jerusalém).
(8) João 20:28 (Bíblia de Jerusalém).
Publicado em www.ultimato.com.br em 1º de agosto de 2011.


Artigos em Ordem Alfabética

A Aparição Gloriosa807A Bíblia e o Espelho822A Bomba Atômica de Deus856A Candeia do Corpo é o Olho844A Ceia do Senhor801A Conspiração da Páscoa810A Esperança do Servo de Deus926A Fé Cristã499A Grande Diferença801A Igreja Não É Israel799A Importância da Doutrina da Trindade815A Inocência Perdida755A Oração Eficaz909A Pérola de Grande Valor747A Questão do Sábado782A Ressurreição Corporal de Jesus e a Doutrina da Reencarnação802A Sincera Dependência de Deus770A Trindade e a Lógica Humana365A Verdadeira Paz781A Volta de Cristo786A Volta de Jesus 837Abra a Boca946Adoração Verdadeira!726Ajuda? Só de Deus812Ânimo Em Meio às Aflições782Anjos758Apelo à Suprema Corte dos Céus736Aquele Que Faz a Vontade de Deus851Arrependimento e Remorso São Duas Coisas Diferentes786As Rezas Portáteis e o Agnus Dei1425Bênçãos Duradouras 805Carnaval - Caminho dos Tolos748Chamando Todos Os Pecadores751Como Detectar Uma Heresia769Como Estudar a Sua Bíblia845Como Nós Conhecemos a Deus?733Compromisso Com Deus973Confirme a Sua Reserva754Conhecimento da Verdade748Crescimento da Igreja e Salvação748Cristão Não Sofre845Cristianismo Apóstata757Cristo No Antigo Testamento774Críticas Ou Calúnias?747De Quem é a Terra Prometida?788Depressão: Como Sair?797Desobediência918Deus Age Na Nossa Fraqueza747Deus Em Tudo e Em Lugar Nenhum775Deus Manda, o Diabo Obedece333Deus Não É Mudo!759Deus, Irrelevante? Acredite, Se Quiser!746Deus, Os Sábios, e Estadistas753Dificuldades735Dízimos869Drogas, Uma Opção?776E Quando Deus Não Atende Nossa Oração?3811Encontrando Um Parceiro Ideal Para o Casamento757Enviados Para Iluminar764Erro Trágico759Eternamente Protegidos!707Eu Creio Em Milagres745Evidências do Novo Nascimento813Feiticeiros Na Igreja?819Filhos: Honra Teu Pai e Tua Mãe782Fui Comprado Por Jesus, e Você?736Guardemos Nossa Boca765Guiados Pelo Espírito Santo759Haja Paciência!765Igrejas Velhas Não Valem Nada762Imundície784Insatisfeito Com Sua Igreja?757Jejum, Uma Benção!767Jerusalém, a Cidade de Deus808Jerusalém, o Centro da Terra802Jesus Cristo Não Era Falho?740Jesus é o Santo Para Todos Os Problemas830Jesus, Nomes e Títulos755Jesus, Reencarnação de Davi?801Jonas, Verdade Ou Utopia?795Lágrimas786Lar Cristão: Marido e Mulher754Lave o Rosto757Loucos Por Dinheiro783Louvando a Deus Na Adversidade759Maldição Hereditária822Maomé X Jesus812Meios de Salvação777Não Zombe do Inferno784No Esconderijo do Altíssimo!749Nós e Os Ramos751Nova Era - o Velho Canto da Sereia769O Abc e Xyz da Salvação815O Batismo753O Céu e o Inferno745O Céu É Real751O Dízimo É Bíblico Ou Não?759O Dom do Espírito Santo736O Grande Mandamento, o Amor!771O Incompreensível Amor de Deus739O Movimento de Crescimento de Igrejas766O Não Querido das Nações748O Novo Nascimento Em Cristo751O Ocultismo Não Vem de Deus776O Olhar Perfurante de Jesus1234O Paraíso Será Restaurado750O Plano Divino da Salvação325O Que Fazer Quando Não Sei o Que Fazer?759O Que Fazer Quando Nossos Projetos Falham?449O Sofrimento de Cada Dia745O Valor do Perdão771Olhe Para Jesus Cristo Para Ser Salvo785OraÇÃo, Falar Com Deus!755Orai Sem Cessar878Os Crentes e a Grande Tribulação776Os Illuminati e a Nova Ordem Mundial755Palmeiras Ao Vento758Pare de Lutar Com Deus754Pecado e Perdão777Piercing e Tatuagem 861Por Que Celebramos a Páscoa?748Por Que Deus Justo e Perfeito Permite a Morte de Criancinhas e Tantas Mazelas No Mundo?738Por Que Os Judeus Não Receberam Jesus?762Por Que Somos a Última Geração824Por Que Tanto Ódio Aos Judeus?756Por Que Tanto Sofrimento?790Por Que Um Deus Bom Permite a Doença e a Dor?745Problemas Financeiros: a Solução738Protelar Por Que?749Quando770Quando a Sua Religião Se Torna Inútil420Que Deus Tremendo!757Que Livro Maravilhoso774Quebra de Maldição769Quem Será o Cruel Anticristo?721Raízes Profundas711Religião É Um Barco Furado749Religiões - Conheça a Verdade739Religiões: É Tudo Parecido?742Remissão dos Pecados771Ressurgir do Pó737Sepulcros Caiados742Ser Cristão705Será Que o Espiritismo é Bíblico?770Sinais728Sinais do Fim750Sinceridade Não Basta721Sintonize752Sob a Lei e Em Cristo786Sola Scriptura - Somente As Escrituras753Subir Ao Monte749Temos de Pregar Para Os Mortos752Três Ausências Que Conspiram Contra o Sucesso 762Tsedaká756Um Best-seller de Bênçãos!770Um Coração Apto Para Deus739Um Exemplo Ante o Sofrimento757Um Seguro de Vida Gratuito783Uma Mulher Vestida de Sol831Você Não Sabe o Que Está Perdendo747